Sífilis Tem Cura? Tratamento! Sintomas!

Essa é uma das perguntas mais feitas nos consultórios médicos: Sífilis tem cura? E é sobre esse assunto, essa doença que vamos falar agora neste artigo.

Sífilis é uma doença sexualmente transmissível (DST), uma das doenças sexuais mais comuns no Brasil. É uma doença causada por uma bactéria, uma bactéria chamada Treponema Pallidum. E pode ser contraída das mais diferentes formas de sexo, como:


  • Sexo vaginal;
  • Sexo anal;
  • Sexo oral.

Sua forma de transmissão mais comum é por meio do sexo oral, e sim, a Sífilis pode ser transmitida de outras formas além do “método convencional” que é o sexo. Pode ser transmitida por meio de transfusão de sangue ou mesmo por um simples contato com o sangue de uma pessoa contaminada, para, além disso, essa doença pode ser passada da mãe para o feto. O que é preocupante.

Sífilis Tem Cura?

Dados preocupantes


Segundo dados do Instituto Emílio Ribas de São Paulo, são registrados diariamente 5 casos novos de Sífilis, doença muito mais recorrente em homens adultos, precisando assim de um tratamento imediato.

A grande resposta para a nossa pergunta é: SIM, existe uma cura para essa DST e um dado animador é que cerca de 96% dos casos da Treponema Pallidum tem cura total. É um número muito animador por se tratar de uma DST e pelos problemas decorrentes dessa doença, que se não for bem tratada e de forma rápido pode comprometer o sistema nervo da pessoa.

Essa doença sexualmente transmissível é explicada e entendida por estágios, dessa forma o tratamento e a urgência do tratamento dependem do nível da doença no organismo da pessoa.

Sintomas da Sífilis


Os sintomas do Cancro Duro, outro nome para a Sífilis, são ocasionados por estágios. Dependo do grau da doença no corpo da pessoa é vamos ter sintomas ruins, péssimos ou horríveis.

Bom, veja os graus da Sífilis.

Estágio 1: Esse é o estágio da sífilis primária. É nessa fase que a doença começa a se manifestar fazendo surgir ferimentos semelhantes a afta, só que nas genitais, mas que desaparecem sem deixar marcas ou cicatrizes na pele.Sífilis Tem Cura?

Estágio 2: Agora, depois da fase 1, temos a Sífilis secundária. Nessa fase além dos sintomas da primeira fase que já comentamos, surgem também manchas vermelhas por todo o corpo, e bem visíveis, mas principalmente nas palmas das mãos e nas plantas dos pés. O paciente apresenta também febre, dor de cabeça e inchaços do Linfonodos espalhados pelo corpo.

Estágio 3: É a Sífilis terciária. É nessa fase que somada com todos os sintomas das duas primeiras fases causa um agravamento muito grande do paciente. Nessa fase o sistema nervoso e cardiovascular e mais várias lesões pela pele e ossos.

Sífilis latente: É o período de inatividade da doenças, ela pode ficar anos alojada no corpo de uma pessoa sem se manifestar, sem expor sintomas.

A Sífilis pode causar a morte da pessoa, sim, caso não seja tratada de forma adequada e com todos os cuidados sendo levados a sério, mas são casos extremos que incluem principalmente falta de tratamento e cuidados especiais.

Tratamento para Sífilis


Quando diagnosticado de forma rápida, no início do male, a doença não causa grandes problemas para a pessoa, isso quando iniciado o tratamento. O tratamento consiste sua maioria o uso de antibiótico, que é comprovadamente eficaz contra o Cancro Duro, a Sífilis, que seja a base de Penicilina.

Sífilis Tem Cura?

Uma única dose, injeção desse remédio, Penicilina, já é o bastante para impedir o avanço da doença e sua eliminação quase que por completo, seu efeito é muito mais forte quando esse tratamento começa ainda no primeiro ano depois de contrair a doença.

Existem casos que apenas uma dose não é suficiente, ainda mais dependendo do grau em que a doença já se encontra, precisando de um acompanhamento médico mais “regular” de e exames de sangue para saber se a bactéria foi eliminada com constância de 3,6,12 e 24 meses. Para garantir que está tudo bem.

Conclusão


A Sífilis tem cura sim, mas cuidado uma vez a pessoa curada de Sífilis não tem como o vírus voltar a agir ou “renascer” na pessoa, mas ela pode contrair, sim, novamente a doença. A pessoa que contraiu a Sífilis não fica imune contra esse male. Por isso, tem que todo mundo tem que tomar cuidado se prevenindo e uma das melhores formas é com o uso de preservativo.

Um Comentário

  1. Eu fiz o teste de DST Adis e fiquei sabendo que contrai em uma relação sexual a dst sífilis fiz o tratamento com injeções durante 3 semanas no pronto socorro mas quando voltei a fazer o exame deu que ainda estava com um mínimo de positivo então foi pedido outro exame, mas a possibilidade do resultado ser negativo sendo tratado com penicilina *

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.