Vitiligo Tem Cura? Tratamentos, Sintomas, Causas!

Vitiligo é uma doença cutânea que tem como principal problema a gradativa perda de pigmentação da pele, ou seja, da cor da pele, na grande maioria dos casos aparecem manchas por toda a extensão do corpo. Não se consegue prever até onde pode chegar essa doença ou qual parte específica do corpo ela vai agir, uma vez que essa doença pode afetar qualquer parte do corpo humano, até mesmo o cabelo da pessoa.

A falta de melanina, como também é conhecida, não escolhe cor de pele para atacar, é indiferente, mas existe uma certa predominância em pessoas com a pele mais escura. A falta de melanina não é uma doença infecto contagiosa e nem é um risco do ponto de vista da saúde física do corpo humano.


O grande problema é psicológico, uma vez que a pessoa que é acometida por essa doença, normalmente, problemas de baixa estima e a partir dessa desse problema pode ser desencadeado outras doenças mais graves como no caso de uma depressão.

Apesar disso existe cura, sim, para o Vitiligo, mas a cura não depende única e exclusivamente do tratamento, mas sim da reação do organismo da pessoa contra a doença.

Vitiligo tem cura

SINTOMAS DA VITILIGO


A falta de melanina é dividida em 2 grandes grupos, só que com subgrupos dentro, mais especificamente 6 outros tipos. Vamos ao casos:

  • Vitiligo Localizado: São manchas que surgem no mínimo em três locais do corpo e com certa velocidade, depois de determinado tamanho se estabilizam e depois não surgem novas manchas.

Subgrupos:

  1. Segmentar: São faixas de manchas em apenas um lado do corpo;
  2. Focal: Surgem manchas nas axilas, mãos, pés e pálpebras;
  3. Mucosa: São manchas apenas nos lábios e região genital;
  • Vitiligo Generalizado: É o vitiligo focal só que de forma desenvolvida, se espalha muito mais pelo corpo, afetando o mesmo local só que em ambos os lados do corpo.

Subgrupos:

  1. Vulgar: Manchas do mesmo tamanho em diversas partes do corpo
  2. Universal: É um tipo bem raro que consome cerca de 70% do corpo
  3. Acrofacial: São manchas apenas no rosto, mãos e pés.

Com esses grupos e subgrupos é possível identificar o tipo de Vitiligo que uma pessoa possa ter, já que as manchas são os sintomas mais aparentes que tem. A diferença vai se dar apenas nos locais que as manchas vão surgir para poderem ser caracterizadas.

Alguns outros sintomas mas também são referentes a manchas são: Perda de cor no cabelo, cílios, sobrancelha ou barba, glóbulo ocular com perda de cor.

Vitiligo tem cura

TRATAMENTO DE VITILIGO


A(s) causa(s) da falta de melanina ainda não foram identificadas, são desconhecidas para a comunidade científica, só o que se sabe é que a doença se apresenta quando os melanócitos, as células responsáveis pela melanina, deixam de exercer suas funções. Também não se sabe por que as células param de funcionar.

Nesse caso, mesmo sem saber as causas específicas da doença, existem alguns tratamentos disponíveis que ajudam na restauração da cor da pele da pessoa que tem essa doença. Contudo, os resultados são imprevisíveis, e alguns tratamentos podem causar efeitos colaterais.

Por isso, o médico com ressalvas por conta dos efeitos colaterais, pode apenas indicar o uso de bronzeadores ou maquiagens, para disfarçar as manchas na pele. Apesar de alguns efeitos colaterais em muitos casos a doença fica estagnada, não avança ou mesmo regride de forma considerável.

  • Medicamentos: Esse é o método mais usado, destacando o Prednisona como o remédio mais usado.
  • Cirurgias: Alguns médicos podem indicar também cirurgias, caso o uso de medicamentos não seja o suficiente no tratamento.
  • Fototerapia: Ela tem a função de promover a repigmentação da pele através da exposição das áreas afetadas à radiação ultravioleta e busca deter a progressão.

Vitiligo tem cura

Mas apesar disso tudo, a pessoa sempre vai ter efeitos dessa doença, não é algo que tenha uma cura definitiva ou método 100% eficaz.

CONCLUSÃO


Não, você não vai morrer se tiver essa doença. Sim, existe cura, mas depende muito mais do organismo da pessoa do que especificamente do tratamento escolhido, segundo a comunidade científica. Mas sempre busque ajuda médica caso esteja em dúvida sobre manchas no seu corpo. E não se automedique pode ser perigoso.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.